domingo, 8 de janeiro de 2017

Vitória 0 X 1 Grêmio Jogo Completo 29ª Rodada do Brasileirão 05 10 2016

Grêmio 1 x 0 inter Jogo Completo Gauchão 2000

Grêmio 2x2 Góias 2a semifinal Campeonato Brasileiro 1996 completo

Grêmio aguarda volta de Douglas para assinar renovação por mais dois anos Situação é vista como bem encaminhada e deve ser definida durante a semana

Leo Douglas Grêmio (Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)Um dos principais jogadores do Grêmio irá permanecer no time para 2017. Algo previsto pela direção, é verdade, mas que esteve incerto  a partir do assédio de outras equipes ao término da temporada. O camisa 10 Douglas é aguardado em Porto Alegre nesta semana, talvez antes do retorno do restante do elenco n dia 12, para assinar um contrato de dois anos com valorização salarial.
A permanência de Douglas sempre foi assegurada pela diretoria, que se mostrava otimista na negociação. Mas por vezes viu-se a possibilidade de não ocorrer a partir de interesse de clubes como São Paulo e do mercado árabe. Como não havia nada firmado, espalhou-se o temor de uma possível saída. Algo dissipado.
– Está bem encaminhada, mesmo. Esperamos que fique tudo definido no início da semana. Há interesse do clube e do jogador. Talvez se apresente antes dos demais jogadores para assinar – disse o diretor de futebol Saul Berdichevski ao GloboEsporte.com.
LEIA MAIS 
> Grêmio mantém 100% com time misto na Copinha
> Grêmio lembra Zé Roberto e elogia Léo Moura
> Veja as ideias do novo coordenador da base
Desde a virada do ano, Douglas está sem contrato com o Grêmio. Foi registrado no Boletim Informativo Diário da CBF como jogador do Monte Azul, clube do interior de São Paulo utilizado por seus empresários. O camisa 10 não coloca prazos para encerrar a carreira, conforme já disse em entrevistas exclusivas ao GloboEsporte.com.
Douglas encerrou a temporada em alta. Foi escolhido o melhor jogador da Copa do Brasil com o penta gremista. Ao mesmo tempo, também é um dos xodós da torcida e tem a confiança de Renato Portaluppi. Ainda bateu metas por atuar em mais de 60% dos jogos da equipe gaúcha. Atuou em 57 partidas, com oito gols marcados (um pelo Gauchão, um pela Primeira Liga, um na Libertadores, quatro pelo Brasileirão e um na Copa do Brasil). Em 18 de fevereiro, completa 35 anos. 

Com saída de Wallace, Grêmio vai ao mercado e precisará buscar zagueiro Negociação encaminhada do defensor com futebol turco deixará clube com três atletas na posição. Além de contratar, direção conversará com técnico do sub-20

Wallace Reis Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)Uma novidade na tarde deste sábado – e que certamente já vinha sendo trabalhada nos bastidores na última semana – vai obrigar uma mudança na postura do Grêmio no mercado. Antes focado na busca por atacantes e laterais, o Tricolor abre, a partir da saída de Wallace Reis para o Gaziantepspor, da Turquia, a procura por um defensor para ser o reserva imediato de Pedro Geromel e Kannemann.
LEIA MAIS
> Wallace é emprestado para a Turquia
> Grêmio elogia qualidade de Léo Moura
> Veja as ideias do novo coordenador 
Isso porque, além de Wallace, o Grêmio também emprestará Fred para o Vitória, uma indicação de Argel. O que deixa o elenco apenas com os dois titulares e com Rafael Thyere, jovem que agrada muito o técnico Renato Portaluppi, com quem já trabalhou em 2013. Outro que consta no elenco no site oficial é Gabriel, que não atua desde 2013 por conta de uma cirurgia malsucedida.
A diretoria admite que, a partir da confirmação da saída de Wallace, precisará ir ao mercado em busca de peças de reposição. Algo que não estava previsto. Antes, a ideia era buscar dois laterais e dois atacantes, além do volante Michel, já anunciado oficialmente.
– Vamos ter que ir ao mercado. Mas ainda não temos nenhum nome definido, vamos ver. Vamos conversar também com o Beto Almeida para saber se há alguém nas categorias de base com mais maturidade para subir – disse o diretor de futebol Saul Berdichevski ao GloboEsporte.com.
Everton Kannemann Rafael Thyere Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)Thyere (C) vira primeira opção para substituir Kanneman (D) e Geromel (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Enquanto isso, o Grêmio vê seguir o assédio sobre seu principal defensor, Pedro Geromel. Em reunião com o presidente Romildo Bolzan Júnior, o empresário Maickel Portela apresentou propostas de China, Alemanha e Turquia, embora o clube não as trate como oficiais. Mas a tendência é que o defensor permaneça no Tricolor.
É bom lembrar, também, que o Grêmio conta com o retorno de Bressan no meio da temporada. O zagueiro está emprestado ao Peñarol até julho e tem contrato até o fim deste ano. Além disso, a categoria de base também deve servir de ambiente para garimpar mais opções. Durante o ano de 2016, vários jovens passaram por períodos de treinamentos com o elenco principal, como Lucas Rex, Denílson e Marcão. Todos podem acabar pinçados por conta do momento.
A ida de Wallace para a Turquia será a quarta saída confirmada do elenco do Grêmio na atual  temporada. Antes, o clube não renovara com o meia-atacante Negueba, emprestara o volante Moisés para a Chapecoense e acertara a saída de Fred para o Vitória, também por empréstimo. No outro lado do guichê, o Tricolor já anunciou a contratação do volante Michel e espera o atacante Gabriel Fernández para o início da semana em Porto Alegre.

Diretor de futebol do Grêmio elogia Léo Moura e não descarta vinda do lateral para o clube Saul Berdichevski também admite que atacante paraguaio Colman segue nas pretensões gremistas e que renovação de Douglas está encaminhada

Diretor de futebol do Grêmio elogia Léo Moura e não descarta vinda do lateral para o clube Betina Humeres/Agencia RBS
Foto: Betina Humeres / Agencia RBS  
Menos de uma semana para a reapresentação do Grêmio para a pré-temporada deste ano, o  diretor de futebol do Grêmio, Saul Berdichevski, fez um balanço das negociações e renovações que estão em andamento no clube.
Em entrevista ao programa Hoje nos Esportes, da Rádio Gaúcha, na noite desta sexta-feira, o dirigente comentou sobre a possibilidade de Léo Moura, 38 anos, ser contratado pelo Tricolor. Saul não fez objeções, citando como exemplo a longevidade de Zé Roberto no futebol e fato de Edílson não ter uma reposição na lateral-direita. Também ressaltou a necessidade de jogadores experientes no grupo que participará da Libertadores.
Leia mais:Salário, opção de compra e frustração: os bastidores da negociação do Grêmio por KaykeKayke agradece ao Grêmio pelo interesse: "Fica aqui o meu boa sorte ao clube"Site coloca Léo Moura na mira do Grêmio, a pedido de Renato 
Com relação ao não acerto de Kayke, Berdichevski minimizou, garantindo que "há outros em vista". O uruguaio Gabriel Fernández e o paraguaio Cristian Colman são admitidos como possibilidade. O primeiro está mais próximo do Grêmio. 
Já a renovação de contrato com Douglas é tida como "acertada" por Saul, que, por cautela, não terá anúncio antecipado até uma oficialização. De qualquer forma, o diretor de futebol diz que Douglas será considerado uma nova contratação "na medida em que é uma vitória do clube manter um atleta tão importante".

Outra renovação vista com otimismo pelo dirigente é a de Pedro Rocha:
— Queremos um contrato longo e as conversas estão em andamento —  assegurou.
A diretoria gremista ainda busca um nome para ser o executivo de futebol. Depois da negativa de Luís Wagner Vivian, a busca é por alguém que "conheça a história e a grandeza do Grêmio", conforme assegura Saul Berdichevski.
Ao ser perguntado sobre o nome de Paulo Pelaipe, Berdichevski admitiu estar dentro do pré-requisito, mas não teceu maiores comentários. O que se sabe que é Pelaipe está longe de ser um consenso entre os gremistas. 

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Veja o histórico dos adversários do Grêmio em participações na Libertadores Guaraní-PAR, Zamora-VEZ e Deportes Iquique têm pouca tradição na competição continental


Veja o histórico dos adversários do Grêmio em participações na Libertadores NORBERTO DUARTE/AFP
Em 2015, Guaraní foi às semifinais e acabou eliminado pelo River Plate Foto: NORBERTO DUARTE / AFP  
O Grêmio conheceu nesta quarta-feira seus adversários na fase de grupos da Libertadores. Atual campeão da Copa do Brasil e bicampeão da Libertadores, o Tricolor enfrentará times com bem menos tradição: Guaraní-PAR, Zamora-VEN e Deportes Iquique-CHI. Nenhum deles tem títulos internacionais, e até no cenário nacional eles ficam em segundo plano.
O mais tradicional entre os adversários gremistas é o Guaraní, que vai para a sua 16ª participação na Libertadores, com duas chegadas às semifinais, e tem 11 títulos do Campeonato Paraguaio. Zamora e Iquique nunca passaram da fase de grupos na competição continental e têm poucas conquistas nacionais.
Leia mais:
Romildo avalia adversários: "Estão todos no mesmo nível"
Conheça os adversários do Grêmio no Grupo 8 da Libertadores
Leonardo Oliveira: a sorte sorriu muito para o Grêmio na Libertadores

Guaraní-PAR
O Guaraní é um time de certa tradição no Paraguai, apesar de não ter o mesmo peso de Olimpia e Cerro Porteño. O clube tem tido sucesso recente, com participações em todas as Libertadores desde 2014 — vai para a sua quarta consecutiva em 2017. Em 2015, repetiu sua melhor campanha histórica e chegou às semifinais, mas foi eliminado pelo eventual campeão River Plate. O Guaraní garantiu vaga na Libertadores ao conquistar o Torneio Clausura do Campeonato Paraguaio — o primeiro título nacional do clube desde 2010.
Participações em Libertadores:
1965, 1966, 1967, 1968, 1970, 1971, 1985, 1997, 2001, 2004, 2009, 2011, 2014, 2015 e 2016.
Melhores campanhas: semifinais (1966 e 2015)
Números totais na Libertadores:
113 jogos
34 vitórias
31 empates
48 derrotas
139 gols marcados
168 gols sofridos
Títulos:
Campeonato Paraguaio: 1906, 1907, 1921, 1923, 1949, 1964, 1967, 1969, 1984
Apertura: 2010
Clausura: 2016
Liguilla Pré-Sul-Americana: 2005
Zamora-VEN
O Zamora foi fundado em 1977 como Club Atlético Zamora e acabou em 1999. Em 2002, foi refundado em um processo de compra do Atlético San Cristóbal e passou a ser o Zamora FC. Depois de décadas na segunda divisão nacional, subiu em 2006. Desde então, começou a ter algum destaque nacional, com três títulos absolutos no Campeonato Venezuelano. Na Libertadores, nunca conseguiu passar da fase de grupos.
Participações em Libertadores:
2012, 2014, 2015
Melhores campanhas: sempre foi eliminado na fase de grupos. Melhor campanha foi em 2014, quando fez sete pontos e ficou em terceiro lugar na chave — classificaram-se Atlético-MG e Nacional-PAR.
Números totais na Libertadores:
18 jogos
2 vitórias
2 empates
14 derrotas
9 gols marcados
35 gols sofridos
Títulos:
Campeonato Venezuelano: 2012/2013, 2013/2014, 2016
Apertura: 2016
Clausura: 2011, 2013, 2014
Adecuación: 2015
Copa Venezuela: 1980
Deportes Iquique-CHI
O Club Deportes Iquique é um time bem pouco tradicional do Chile. Mesmo fundado em 1978, nunca conquistou o campeonato nacional. Em 2016, foi vice-campeão do Torneio Apertura, a melhor colocação da história do clube. Os principais feitos são os títulos na Copa Chile em 1980, 2010 e 2013/2014. Como o torneio só começou a dar vaga à Libertadores em 2016, a única aparição do Iquique no torneio foi em 2013, classificado pela pontuação no Campeonato Chileno. O time eliminou o León na primeira fase, mas fez apenas três pontos na fase de grupos e ficou em último, atrás de Vélez Sarsfield, Emelec e Peñarol.
Participações em Libertadores: 2013
Melhores campanhas: fase de grupos (2013)
Números totais na Libertadores:
8 jogos
1 vitória
2 empates
5 derrotas
7 gols marcados
15 gols sofridos
Títulos:
Copa Chile: 1980, 2010, 2013/2014

Conheça os adversários do Grêmio no Grupo 8 da Libertadores Zamora, Iquique e Guaraní serão os rivais azuis na fase de grupos

Conheça os adversários do Grêmio no Grupo 8 da Libertadores NORBERTO DUARTE/AFP
Foto: NORBERTO DUARTE / AFP  
O Grêmio já sabe quem serão os seus adversários na fase de grupos da Copa Libertadores 2017. Cabeça de chave do Grupo 8, o Tricolor terá pela frente rivais de pouca tradição na competição. Conheça os times que estarão no caminho azul na busca pelo tri da América:
Zamora-VENFoi o pior time da fase de grupos da Libertadores de 2015. Mas ficou conhecido no contexto sul-americano por ser presidido por Adelis Chávez, irmão do ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez. O Zamora manda seus jogos em Barinas, que é reduto político da família Chávez. Quando Hugo assumiu o poder no país, seu pai era governador do Estado. Adan, irmão mais velho do ex-presidente, é o atual mandatário em Barinas. Destaques do time no último ano, Blanco e Soteldo foram negociados. O grande nome da equipe é o meia venezuelano Pedro Ramíres, 24 anos.
Leia mais:Romildo avalia adversários na fase de grupos da Libertadores: "Estão todos no mesmo nível"
"Falei que tive uma conversa informal, não que estava negociando", diz Barcos
Auxiliar deixa Grêmio e acerta com Cruzeiro: "Importante para carreira"

Deportes Iquique-CHI
Classificou-se à Libertadores com o vice-campeonato do Apertura. Garantiu a vaga em jogo emocionante, no qual venceu de virada o Audax Italiano, por 2 a 1, fora de casa. Iquique é uma cidade do norte chileno, também conhecida por ser a maior zona franca da América do Sul e pelos vários cassinos. A cidade costeira é dona de um importante porto do continente. Os "dragões celestes", como são conhecidos no Chile, chegaram à última rodada do campeonato com chances remotas de título. Dependiam de derrota da Unviersidad Católica para o Temuco, que não aconteceu. O meia Bustamante, o volante Rafael Caroca e o atacante Álvaro Ramos, os dois últimos convocados para a seleção chilena que disputará torneio na China, em janeiro, são os destaques, enquanto o meia uruguaio Mathías Riquero defendeu o Caxias em 2009. O time é comandado por Jaime Vera. O clube pediu liberação da Conmebol para usar o Estádio Cavancha, em Iquique. Caso não obtenha liberação, mandará as partidas em Antofagasta, a 400 quilômetros de distância.
Guaraní-PARSurpreendeu ao chegar à semifinal da Libertadores 2015 e deixar pelo caminho o Corinthians, de Tite. Só caiu para o River Plate, que acabou campeão. O Guaraní é um clube que revela jogadores, mas aposta em alguns veteranos para conduzir o time. O centroavante uruguaio Rodrigo López, que enfrentou o Inter pelo Libertad em 2006 e também foi vice da América com o Olímpia, foi o grande destaque da conquista do Clausura paraguaio, que garantiu a vaga na Libertadores. Fez 10 gols em 35 jogos. O zagueiro Julio César Cáceres, 37 anos, com passagem pelo Atlético-MG, foi titular.

Grêmio enfrenta Guaraní-PAR, Zamora-VEN e Iquique-CHI no Grupo 8 da Libertadores Tricolor foi um dos cabeças de chave da competição

O Grêmio terá um grupo mais fácil, pelo menos na tradição dos rivais, do que o enfrentado nos últimos anos na fase principal da Copa Libertadores 2017. Um dos integrantes do pote 1 do sorteio, o Tricolor é o cabeça de chave do Grupo 8 e terá pela frente Guaraní-PAR, Zamora-VEN e Deportes Iquique-CHI.
A estreia será contra o Zamora, fora de casa, em data a ser divulgada entre 7, 8 e 9 de março. Na segunda rodada, recebe o Iquique na Arena, e na terceira vai ao Paraguai para enfrentar o Guaraní. No returno, recebe o Guaraní, vai ao Chile para encarar o Iquique e, na sexta rodada, joga novamente em casa contra o Zamora, para encerrar a fase de grupos.
Ao contrário dos últimos anos, o evento da Conmebol foi mais rápido do que de costume. E houve momentos emocionantes: logo no início, a Chapecoense foi homenageada pela entidade, e o presidente Plínio de Nes recebeu o troféu da Copa Sul-Americana – que levantou junto com o presidente do Atlético Nacional. Os jogadores e jornalistas vitimados no acidente também foram lembrados pela confederação.
Leia mais:
Romildo avalia adversários na fase de grupos da Libertadores: "Estão todos no mesmo nível"
Diogo Olivier: sorte dá as caras e Grêmio pega o grupo mais fácil da Libertadores
Conheça os adversários do Grêmio no Grupo 8 da Libertadores
Depois de alguns discursos protocolares, a Conmebol logo procedeu com o sorteio – apresentando, antes, um novo logo e o novo nome da competição, agora oficialmente Conmebol Libertadores Bridgestone.
Na hora do sorteio dos confrontos e dos grupos, tudo foi feito rapidamente. Atlético-PR e Botafogo, os brasileiros na preliminar, enfrentam Millonarios e Colo-Colo, respectivamente, na segunda fase, e se avançarem encaram os vencedores de Universitario-PER x Vencedor E3 e Olimpia x Vencedor E7.
Nos grupos, as chaves 1, 3 e 4 são – pelo menos no nome dos times – as mais complicadas. O Grupo 1 tem Atlético Nacional-COL, Estudiantes-ARG, Barcelona-EQU e um time da fase preliminar. O Grupo 3 tem River Plate-Emelec-EQU, Independiente Medellín-COL e Melgar-PER. E o 4 conta com San Lorenzo-ARG, Universidad Católica-CHI e Flamengo, além de uma equipe vinda da terceira fase preliminar.
O Grêmio, por sua vez, pode se considerar com sorte. O Tricolor escapou da altitude e de adversários de grande renome e tradição. Apesar da boa campanha na Libertadores 2015, quando eliminou o Corinthians e só caiu para o River Plate na semifinal, o Guaraní perdeu os destaques daquele time treinado por Fernando Rubero. O Zamora é o atual bicampeão venezuelano, mas chama mais a atenção pelo deslocamento, a 400km de Caracas. Já o Deportes Iquique participa de sua segunda Libertadores — fez sua estreia na competição em 2013.
Foto: arte ZH / RBS

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

gremio pentacampeao copa do brasil 2016

GRÊMIO FINALIZA O BRASILEIRÃO NA 9ª COLOCAÇÃO Tricolor foi derrotado pelo placar de 1 a 0 pelo Botafogo

Neste domingo, o Grêmio entrou em campo para enfrentar o Botafogo, na Arena, no último jogo do Campeonato Brasileiro desta temporada. Com equipe alternativa, o Tricolor acabou derrotado pelos cariocas por 1 a 0.
Equilíbrio. Este é o resumo da primeira etapa da partida. Apesar dos cariocas pressionarem bastante nos minutos iniciais, o Grêmio conseguiu administrar o jogo. No entanto, depois de uma cobrança de escanteio, Bruno Silva abriu o marcador para os adversário, aos 16 minutos. Depois disso, os gremistas criaram boas chances - uma com Kaio e outra com Bolaños. Já no acréscimos, o Botafogo teve um jogador expulso - Airton - após discussão com o próprio companheiro de equipe.
Para a etapa complementar, o Tricolor voltou melhor. Pressionou por muitas vezes os cariocas e criou mais oportunidades. Aos 30 minutos, Guilherme cruzou na área, Everton cabeceou e Sidão espalmou. Bolaños pegou a sobra e mandou para o fundo das redes, mas o gol foi anulado por impedimento do equatoriano. Durante o restante da partida, o domínio foi gremista, mas não conseguimos igualar o marcador.
Com o resultado, o Tricolor finalizou o Campeonato Brasileiro na 9ª colocação, com 53 pontos.
Escalação: Léo, Wallace Oliveira, Rafael Thyere, Kannemann, Iago, Kaio, Jailson, Negueba, Miller Bolaños, Everton e Henrique Almeida.
Banco: Bruno Grassi, Wesley, Denilson, Arthur, Guilherme Amorim, Moisés, Lincoln, Ty Sandows, Batista, Tilica, Felipe Tontini e Guilherme.
A arbitragem do jogo foi comandada pelo baiano Jailson Macedo Freitas, auxiliado por Alessandro Rocha de Matos e José Carlos de Oliveira dos Santos.


O jogo:

Primeiro Tempo

A saída de jogo nesta primeira etapa foi do Botafogo, que já teve a primeira oportunidade com Sassá, pela esquerda. De perna direita, chutou forte, pegou mal e mandou direto para fora.
Os cariocas chegaram novamente com Rodrigo, que tentou arremate de fora da área, mas Kannemann fez o corte e mandou pela lateral, com 3 minutos de jogo. Em seguida, pela direita, Camilo levou vantagem e fez passe para trás, buscando Sassá. O jogador cortou pra perna esquerda e chutou. Por sorte, para fora.
Aos 7 minutos, Miller Bolaños recebeu lançamento no meio e tentou colocar por cobertura para Henrique Almeida, na direita, mas a bola saiu muito forte, se perdendo pela linha de fundo.
Novamente no ataque, o equatoriano acionou Henrique Almeida na direita. O atacante cruzou no segundo poste, buscando Everton, que dominou e acionou Negueba, mas que foi desarmado.
O Botafogo continuou pressionando, pela direita, com um cruzamento na área. Kannemann, bem posicionado, conseguiu o corte. Logo na sequência, Rodrigo Pimpão recebeu ótimo passe dentro da área e Rafael Thyere conseguiu cortar bem a jogada, mandando pra escanteio. Na cobrança, a bola foi alçada na área e Joel cabeceou. A bola passou à esquerda da meta de Léo.
Aos 16’, o Botafogo chegou ao gol após uma cobrança de escanteio. O cruzamento veio da direita e Bruno Silva, de perna esquerda arrematou, mandando para o fundo das redes.
Em resposta, o Grêmio teve boa chance com uma falta pela direita. A bola foi alçada na área, mas afastada pela zaga.
Depois de receber na esquerda, Everton avançou em direção a área, fez boa jogada individual e chutou a gol. A bola amorteceu em um marcador e acabou nas mãos do goleiro Sidão, aos 21’.
O Grêmio ia trabalhando a bola pela esquerda com Kaio, quando ele foi derrubado com falta. Na cobrança, zaga afastou. Na sequência, Everton arrancou pela esquerda e acionou Bolaños. O equatoriano deu passe para Kaio, que da entrada da área finalizou forte, de primeira. A bola foi por cima do gol de Sidão, com perigo, aos 31’.
Já aos 33’, mais uma chance gremista: Kaio recebeu de Wallace Oliveira pelo meio, arrancou e serviu Bolaños, que mandou a gol, mas Sidão fez excelente defesa.
Os cariocas buscaram responder com Camilo, que recebeu livre no campo ofensivo, mas Rafael Thyere chegou muito bem na cobertura e conseguiu jogar a bola para lateral.
Aos 41’, na cara do gol, Everton teve outra oportunidade, mas a bola acabou com Sidão.
Em cobrança de escanteio, os adversários cruzaram no primeiro poste, mas defesa gremista fez novo corte.
Pela esquerda, Negueba cometeu falta sobre jogador do Botafogo. Amarelado. Na confusão, dois atletas cariocas se estranharam. Sassá e Airton, que ambos levaram amarelo. Como Airton já estava amarelado, acabou expulso da partida.
O Tricolor ainda teve uma oportunidade com uma cobrança de escanteio. A bola sobrou para Bolaños, que trabalhou com os companheiros pelo meio, até que Sidão conseguiu a defesa.
Jogo finalizou aos 48’.


Segundo Tempo
O Grêmio voltou a campo com a mesma formação e teve a saída de bola nesta etapa.
Aos 3 minutos, o Tricolor teve uma chance com um cruzamento de Negueba, mas a zaga conseguiu ajeitar para facilitar a defesa de Sidão.
Quatro minutos depois, o Grêmio tentou chegar ao ataque com uma tabela curta com Everton e Henrique Almeida, mas Carli fez novo corte.
Substituição no Tricolor: Saiu Kaio, entrou Arthur, aos 8 minutos.
Outra oportunidade gremista veio aos 10’, com Henrique Almeida, que chutou rasteiro de fora da área. Sidão foi bem e defendeu com tranquilidade.
Substituição no Tricolor: Saiu Negueba, entrou Guilherme, aos 14 minutos.
Os gremistas ainda insistem, agora com Guilherme, que dominou na esquerda e ia passando pela marcação, foi derrubado, mas nada assinalado pela arbitragem.
Buscando atacar, Guilherme tentou acionar Henrique Almeida pelo meio, mas o arqueiro carioca saiu do gol e ficou com a bola. Em seguida, ainda pressionando, excelente jogada de Kannemann e Guilherme. Com muita sorte, a defesa botafoguense conseguiu afastar pela lateral.
Pela esquerda, Guilherme ia cortando pra direita o marcador e foi derrubado com falta.
Substituição no Tricolor: Saiu Henrique Almeida, entrou Batista, aos 21 minutos.
Na cobrança da falta, Bolaños alçou na área, no primeiro poste, zaga afastou.
Jailson acabou cometendo falta sobre jogador do Botafogo e levou um amarelo. Na cobrança, a bola foi direto ao gol, na trave de Léo. Quase que os cariocas ampliaram o marcador.
Pela esquerda, Guilherme foi a linha de fundo e fez o cruzamento. Marcador mandou pra escanteio. Na cobrança, o atacante alçou na área e defesa novamente afastou.
Aos 30 minutos, Guilherme cruzou na área, Everton cabeceou e Sidão espalmou. Bolaños pegou a sobra e mandou para o fundo das redes, mas o gol foi anulado por impedimento do equatoriano.
Outra chance: Depois de boa jogada, Bolaños concluiu a gol. No rebote, Kannemann finalizou, mas houve a desviou para escanteio.
O Tricolor mais uma vez no campo de ataque. Depois de cruzamento vindo pela direita, Batista tentou de meia bicicleta mandar a gol, mas pegou mal, com 37’. Outro cruzamento no segundo poste, bola desviada para escanteio.
Aos 39’, Everton ia recebendo ótimo passe a um passo da risca da grande área, mas acabou derrubado com falta. Na cobrança, Guilherme mandou direto, bola bateu na barreira e saiu para escanteio. Na cobrança, o atacante novamente alçou na área no primeiro poste, defesa cortou.
Aos 42’, Guilherme recebeu pela esquerda, passou por Emerson e cruzou. Mas ninguém desviou na área. Na sequência, Wallace Oliveira arriscou de longe, em chute fraco, mas a bola desviou novamente e saiu para escanteio.
Com 44’, a pressão ainda era gremista. Guilherme cobrou fechado e Kannemann desviou sobre o gol de Sidão.
Jogo finalizou aos 49’.

Público pagante: 14.101
Público não pagante: 1.533
Público total: 15.634
Renda: R$ 355.874,00.

Fotos: Lucas Uebel





Campeonato Brasileiro 2016 - Segundo Turno

Placar: Grêmio  0 X 1  Botafogo
Local: Arena
Data: 11.dez.2016


Escalação Grêmio

Leo  

Wallace Oliveira  

Rafael Thyere  

Kannemann  

Iago  

Kaio  

Jailson  

Negueba  

Miller  

Everton  

Henrique Almeida  
  Entrou Saiu

Arthur   Kaio

Guilherme   Negueba

Batista   Henrique Almeida
Escalação Botafogo
Sidão  
Alemão  
Carli  
Emerson Silva  
Victor Luis  
Airton  
Bruno Silva  
Diogo  
Camilo  
Pimpão  
Sassá  
 
Reservas  
 
Saulo  
Marcinho  
R Fonseca  
Emerson  
R Lindoso  
Fernandes  
L Henrique  
G Nuñez  
Marcelo  
Gustavo  
Pachu