segunda-feira, 24 de abril de 2017

Grêmio 1x1 Novo Hamburgo Gols Melhores Momentos 23 04 GAUCHÃO 2017

APÓS EMPATE NO TEMPO REGULAMENTAR, TRICOLOR É SUPERADO NOS PÊNALTIS PELO NOVO HAMBURGO Em jogo complicado, Grêmio perde a vaga na final do Gauchão

No início da noite deste domingo, o Grêmio entrou em campo no Estádio do Vale, para decidir a vaga para a final do Campeonato Gaúcho, contra o Novo Hamburgo. Tendo empatado o primeiro jogo em 1 a 1, na Arena, no último dia 16, o Tricolor teve um só objetivo: trazer a vitória para Porto Alegre. Infelizmente não foi o que aconteceu. O jogo foi complicado e o Tricolor acabou eliminado pelo Noia nos pênaltis, por 7 a 6, após o empate em 1 a 1 no tempo regulamentar.
Como era previsto, o jogo seria difícil. E assim foi. Na primeira etapa, o Grêmio mostrou intensidade e dinâmica. Criou, mas teve dificuldades diante da boa partida que fez o Novo Hamburgo defensivamente, que marcou muito bem, não deixando espaços para os gremistas trabalharem.
Mesmo tendo voltado para o segundo tempo com a mesma formação, Renato teve que providenciar logo no início sua primeira alteração. Edilson sentiu um desconforto muscular após dividida com marcador e foi substituído por Lucas Barrios, deslocando assim, Léo Moura para a lateral direita. E deu certo! Depois de muito insistir e tentar furar a defensiva adversária, os gremistas conseguiram abrir o marcador, aos 19 minutos. Com uma boa jogada individual, Pedro Rocha driblou a marcação e deu um ótimo passe para Lucas Barrios. O paraguaio fez o domínio, puxou pra perna direita e chutou rasteiro. Matheus se esticou, mas não conseguiu alcançar a bola que morreu no fundo das redes.
A segunda substituição foi providenciada: Miller Bolaños deu lugar a Arthur. O jogo seguiu equilibrado, mas o Noia não desistiu e conseguiu chegar ao empate aos 28 minutos, com Júlio Santos, que depois de uma cobrança de escanteio, subiu e desviou de cabeça, marcando para os donos da casa. Lincoln foi a terceira alteração, ocupando o lugar de Léo Moura. Depois dos 54 minutos de bola rolando nesta etapa, a partida foi decidida nas penalidades.
Nas cobranças, o Novo Hamburgo - time de melhor campanha da competição - venceu e conquistou a vaga, pela primeira vez, para a final do Campeonato Gaúcho.
Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira, Maicon, Ramiro, Léo Moura, Miller Bolaños, Pedro Rocha, e Luan
Banco: Leo, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo, Bruno Cortez, Michel, Jailson, Kaio, Arthur, Lincoln, Everton e Lucas Barrios.
A arbitragem foi comandada por Jean Pierre Lima, auxiliado por José Eduardo Calza e Alexandre Kleiniche.
O jogo:
Primeiro Tempo
A saída de bola foi dos donos da casa, que logo teve uma falta a seu favor, na sua intermediária de ataque. A bola foi colocada na área gremista, mas afastada por Kannemann, com segurança.
O Tricolor não demorou muito e respondeu a altura. Aos 2 minutos, Bolaños fez uma boa tabela com Léo Moura, mas a bola acabou correndo e ficou com o goleiro Matheus. No lance seguinte, Pedro Rocha partiu em velocidade pela esquerda, mas acabou sofrendo uma falta, cometida por Léo. A cobrança foi feita, mas o Noia conseguiu recuperar.
O Novo Hamburgo seguiu insistindo e chegou novamente com um cruzamento da esquerda, feito por Preto, mas que passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo.
O Grêmio pressionou e Edilson, pela direita, recebeu passe e tentou jogar para a área, mas Assis foi bem na marcação e cortou a jogada. Logo em seguida, Bolaños fez um bom lançamento para Marcelo Oliveira. O lateral cruzou, mas mandou muito forte. Edilson conseguiu evitar a saída, mas a bola se perdeu pela linha de fundo.
Com 12 minutos de bola rolando, a partida seguiu equilibrada. O Novo Hamburgo marcando muito bem e o Tricolor tentando furar o bloqueio. Em nova oportunidade, Luan seguia com a bola dominada, mas Juninho conseguiu desarmar.
Na sequência, Edilson, da direita, tentou cruzamento na área buscando Pedro Rocha, mas a defensiva mais uma vez foi bem e afastou.
Quando Bolaños ia dominando na intermediária de ataque, Pablo cometeu falta sobre o equatoriano. De longa distância, Edilson cobrou, mas a bola explodiu na barreira. Na sobra, Ramiro dominou e cruzou; Léo colocou para escanteio. Na cobrança, Luan colocou na área; o goleiro Matheus dividiu com o companheiro e afastou a bola, que ainda bateu nas costas de Geromel e foi afastada completamente pela defensiva do Noia.
O Tricolor tentou mais uma vez, agora com Pedro Rocha. Na disputa com Léo, o atacante acabou perdendo o tempo da bola, que quicou no gramado e terminou nas mãos do goleiro Matheus.
O Novo Hamburgo chegou com um cruzamento de Branquinho, mas Marcelo Oliveira foi bem e bloqueou o jogador, conseguindo ainda tiro de meta para o Tricolor.
No ataque, o Tricolor tentou novamente com boa jogada tramada por Edilson e Léo Moura, que ficou com o último passe e fez cruzamento, mas bloqueado por marcador. Em seguida, o lateral direito dominou e Juninho subiu o pé. Falta. Edilson cobrou, colocando na área, mas mais uma vez a defensiva do Noia fez o corte e se lançou em contra-ataque. Ramiro cometeu falta sobre jogador na intermediária defensiva e acabou amarelado. Preto cobrou, colocando na área gremista, mas zaga cortou para escanteio. Na cobrança, Preto de novo alçou na área; defesa afastou.
Aos 26 minutos, Júlio Santos cometeu falta forte sobre Miller Bolaños, aplicando um carrinho no equatoriano. Luan alçou na área, Kannemann tentou, mas não conseguiu. Geromel também foi no lance, mas dividiu com marcador. Bola se perdeu pela linha de fundo, com escanteio para o Tricolor. Miller cobrou, Kannemann subiu de cabeça, pegou mal e mandou pra fora.
O Grêmio perdeu boa chance aos 29’. Luan e Bolaños fizeram boa jogada, mas quando o equatoriano recebia o último passe, Amaral apareceu para fazer o corte, dentro da área.
Quando Miller se lançava novamente em velocidade, mais uma vez foi derrubado com falta, agora de Renan. Cobrança feita, mas que terminou com a defensiva adversária fazendo o desarme da jogada.
O Tricolor chegou aos 31’, com Marcelo Oliveira tabelando com Pedro Rocha. Léo chegou de carrinho e mandou a escanteio. Luan bateu, mas passou por toda a área e ninguém chegou. Na sequência, foi a vez de Pedro Rocha dar bom passe para Bolaños, que acabou bloqueado, sofrendo falta. Edilson cobrou bem, passando com perigo à esquerda do goleiro Matheus; por detalhe os gremistas não abriram o marcador no Estádio do Vale.
Com 36 minutos, Branquinho, em lance, colocou-se à frente de Marcelo Oliveira; o jogador ficou pedindo pênalti, mas o lance estava dentro da sua normalidade.
O Tricolor teve uma jogada excelente aos 37’. Miller e Pedro Rocha saíram em velocidade, tabelando, até que Bolaños cruzou da esquerda; Matheus saiu do gol e fez ótima defesa. No contra-golpe, o Noia perdeu uma baita chance. Branquinho acionou João Paulo na cara de Grohe, mas o jogador isolou e mandou a bola lá na arquibancada.
O Grêmio seguiu levando perigo à área dos donos da casa. Aos 41’, Luan deu passe para Maicon, que acionou bem Bolaños. De fora da área, o equatoriano chutou a gol, mas mandou muito alto direto pra fora.
De novo no ataque, agora Luan foi derrubado com falta, parando sua jogada. Na cobrança, a bola foi trabalhada com Miller e Marcelo Oliveira, mas defensiva conseguiu o corte pra escanteio. Bolaños cobrou curto no Pedro Rocha, que devolveu. O equatoriano colocou na área; defesa afastou. A bola ficou viva dentro da grande área, até que chegou a Luan. O atacante tentou bater, mas pegou mal na bola.
Jogo finalizou aos 48’.

Segundo tempo
O Grêmio voltou a campo com a mesma formação e teve a saída de bola nesta etapa.
No primeiro minuto, Amaral deu passe para Branquinho, que ia invadindo a área em velocidade, quando Marcelo Oliveira conseguiu o deter, entrando de carrinho, mas só na bola. Lance foi limpo.
Em nova jogada, o Grêmio iniciava um bom contra-ataque, com Pedro Rocha, mas Renan dividiu a jogada pelo alto e caiu no gramado. Em seguida, Geromel deu passe para Edilson na direita, que cruzou mesmo sem ângulo; a bola ficou com a defensiva do Noia.
Já os adversários tiveram boa chance aos 5 minutos, com uma falta próximo a grande área, cometida por Edilson, que ainda acabou amarelado. Assis colocou de perna canhota na área, houve o desvio de Pablo, que mandou a gol; a bola passou por cima da meta gremista, com perigo.
Substituição no Tricolor: Saiu Edilson, entrou Lucas Barrios, aos 6 minutos.
Os gremistas tiveram um escanteio a seu favor, cobrado por Luan no primeiro poste, mas a marcação adversária logo conseguiu interceptar a jogada.
Aos 10’, boa jogada tramada pelo Grêmio, com Lucas Barrios escorando para Luan. O atacante chutou de primeira, mas mandou por cima da meta de Matheus.
O Novo Hamburgo chegou com perigo na sequência, com João Paulo, mas Pedro Geromel, bem posicionado, conseguiu o corte.
Outro amarelado foi Léo Moura, que mesmo sem intenção, foi punido por subir o pé demais, cometendo falta sobre seu adversário.
O Tricolor tentou de novo, agora com Luan, que ia fazendo jogada individual, mas acabou desarmado. Ainda pressionando, uma cobrança de falta da intermediária foi feita. A bola foi colocada na área para Lucas Barrios, mas Júlio Santos mandou para escanteio.
Depois de muito insistir, enfim, os gremistas conseguiram abrir o marcador. Uma baita jogada individual de Pedro Rocha, que driblou a marcação e deu ótimo passe para Lucas Barrios. O paraguaio fez o domínio, puxou pra perna direita e chutou. Matheus se esticou, mas não conseguiu alcançar e a bola morreu no fundo das redes. Grêmio 1 a 0 no Estádio do Vale, com 19 minutos.
Substituição no Tricolor: Saiu Miller Bolaños, entrou Arthur, aos 23 minutos.
O Noia teve uma oportunidade com uma cobrança de escanteio. Assis colocou no primeiro poste, mas defesa afastou. Na sequência, Preto, de longe ainda chutou a gol, mas Marcelo Grohe fez a defesa.
Em cobrança de escanteio perfeita feita pelo Preto, da esquerda, Júlio Santos se aproveitou e subiu sozinho, desviando de cabeça e mandando a gol, no canto direito de Marcelo Grohe, com 28 minutos.
Aos 39’, o Grêmio chegou com Barrios tabelando com Arthur, mas a bola passou por um dos jogadores gremistas e acabou com o goleiro Matheus. Instantes depois, Pedro Rocha fez um cruzamento na área, mas o arqueiro do Novo Hamburgo saiu do gol e fez a defesa.
Partindo em velocidade, Luan passou por três marcadores, até que sofreu falta na intermediária de ataque. Na cobrança, Luan bateu, mas mandou mal. No rebote, Ramiro chutou, a bola explodiu no defensor e voltou para Barrios, que mandou uma bomba. Matheus espalmou, Pedro Rocha pegou e chutou cruzado, mas Júlio Santos cortou.
Ramiro tabelou com Luan, pela esquerda, mas houve o corte da marcação do Noia. Na cobrança, o camisa 7 colocou no primeiro poste; defesa afastou.
O Tricolor teve uma boa chance com cobrança de falta, já aos 48’. Luan correu pra bola, colocou no segundo poste e Geromel subiu; a defesa dividiu e mandou pra escanteio. Na cobrança, o atacante cobrou fechado, direto nas mãos de Matheus.
O Noia também teve chance com Assis, cobrando falta na área; a bola passou por todos, mas Marcelo Grohe saiu e fez a defesa.
Substituição no Tricolor: Saiu Léo Moura, entrou Lincoln, aos 53 minutos.
O tempo regulamentar encerrou-se aos 54 minutos - Tudo foi decidido nas penalidades.
Maicon, Lucas Barrios, Lincoln, Pedro Rocha e Luan foram os escolhidos para as cinco primeiras cobranças.
Primeira cobrança:
O capitão gremista foi o primeiro a bater e mandou no canto direito de Matheus. Gol!
João Paulo foi para o Novo Hamburgo e também marcou.

Segunda cobrança:
Para o Tricolor, Lucas Barrios também balançou as redes, chutando no canto esquerdo do arqueiro adversário
O Noia levou Preto para sua segunda cobrança. O capitão da equipe acertou a trave.
Terceira cobrança:
Lincoln também desperdiçou sua oportunidade e mandou pra fora, à esquerda do gol de Matheus.
Assis cobrou para os donos da casa, Marcelo Grohe cresceu e defendeu para o Tricolor.
Quarta cobrança:
Pedro Rocha foi o quarto a cobrar, Matheus defendeu.
Léo, de perna direita marcou para o Novo Hamburgo.
Quinta cobrança:
Luan marcou para os gremistas, chutando no canto direito do gol.
Pablo foi o escolhido para a última cobrança. O zagueiro marcou também.

Nas cobranças alternadas, Renato escalou Marcelo Oliveira, Ramiro, Arthur e Kannemann.
Sexta cobrança:
Marcelo Oliveira também deixou o seu. Mandou no canto de Matheus, deslocando o goleiro.
Júlio Santos fez o dele, deixando tudo igual.
Sétima cobrança:
Ramiro converteu! Gol do Tricolor.
Juninho pegou distância e também marcou.
Oitava cobrança:
Arthur cobrou bem, no canto esquerdo, com qualidade. Gol!
Renan marcou para o Noia.
Nona cobrança:
Kannemann, de perna canhota chutou, mas Matheus fez a defesa no canto direito.
Já Amaral converteu e colocou o Novo Hamburgo na final do Campeonato Gaúcho, pela primeira vez.
Final de jogo: Novo Hamburgo 7; Grêmio 6.

Fotos: Lucas Uebel.






Gauchão 2017 - Semifinais

Placar: Novo Hamburgo  1 X 1  Grêmio
Local: Estádio do Vale
Data: 23.abr.2017


Escalação Grêmio

Marcelo Grohe  

Edilson  

Geromel  

Kannemann  

Marcelo Oliveira  

Maicon  

Ramiro  

Léo Moura  

Miller Bolaños  

Pedro Rocha  

Luan  
  Entrou Saiu

Lucas Barrios   Edilson

Arthur   Miller Bolaños

Lincoln   Léo Moura
Escalação Novo Hamburgo
Matheus  
Léo  
Júlio Santos  
Pablo  
Amaral  
Assis  
Preto  
Renan  
João Paulo  
Juninho  
Branquinho  
 
Reservas  
 
Max  
Léo Carioca  
Ricardo S  
Ângelo  
Brida  
Júlio Abu  
Jefferson Assis  
Tiago Ott  
Jeff Silva  
Lucas Santos  
Brandão

gol do gremio lucas barrios 1x0

domingo, 23 de abril de 2017

O JOGO Novo Hamburgo x Grêmio: Domingo, 19h, 23/4, no estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

 Na primeira partida da semifinal, os dois times empataram em 1 a 1. na Arena do Grêmio, resultado dá vantagem ao Novo Hamburgo de jogar por um empate sem gols dentro de casa.
O Grêmio vai com força máxima para a decisão da semifinal do Campeonato Gaúcho contra o Novo Hamburgo, no domingo. O Tricolor precisa vencer o time do Vale para chegar na final do Gauchão. Para isso, o técnico Renato Portaluppi optou até por poupar os titulares no confronto contra o Guaraní-PAR pela
Com os titulares descansados, o Grêmio deve ter o time completo neste final de semana. Alguns jogadores como Pedro Geromel, Miller Bolaños e Léo Moura vinham apresentando cansaço físico e o treinador gremista preferiu preservar o elenco no meio da semana para estarem 100% contra o Nóia no domingo. A missão do Tricolor de Porto Alegre não é fácil. Jogando em casa pelo Campeonato Gaúcho, o Novo Hamburgo ainda não perdeu. São seis vitórias e um empate em 1 a 1. O adversário no empate foi justamente o Grêmio, na nona rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho. Caso este placar se repita, o confronto será decidido nos pênaltis. Qualquer outro empate com dois ou gols mais dá a classificação para o Tricolor de Porto Alegre.
Já pelo Novo Hamburgo, a única dúvida é quem vai substituir o meia Jardel. O jogador está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O técnico Beto Campos deve colocar o volante Renan na posição, mas também pode optar por Tiago Ott. O mistério deve permanecer até minutos antes da partida. O restante da equipe deve ser a mesma titular que empatou com o Grêmio na Arena no último domingo.
Na terça-feira, a direção do Novo Hamburgo iniciou a instalação de arquibancadas móveis atrás das goleiras do Estádio para ampliar a capacidade de público no local. Contudo, os bombeiros vetaram o projeto de ampliação apresentado e o clube só vai poder utilizar os espaços que são normalmente usados nos jogos.
A direção também havia cogitado realizar a decisão no Estádio Beira-Rio, visando uma renda maior. Mas a comissão técnica e os jogadores manifestaram a vontade de atuar no Estádio do Vale.
Quem passar para a final do Campeonato Gaúcho vai enfrentar o classificado da outra semifinal entre Caxias e Internacional.
FICHA TÉCNICA
NOVO HAMBURGO X GRÊMIO
Local : Estádio Do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
Data : 23 de abril de 2017, domingo
Horário : 19h (de Brasília)
Árbitro : Jean Pierre (RS)
Assistentes : José Eduardo Calza e Alexandre Kleiniche (RS)
NOVO HAMBURGO: Matheus, Léo (Renan Ribeiro), Júlio Santos, Pablo, Assis, Amaral, Jardel, Juninho, Preto (Tiago Ott), Branquinho (Lucas Santos) e João Paulo
Técnico: Beto Campos
GRÊMIO: Marcelo Grohe, Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Léo Moura, Maicon e Ramiro; Luan, Miller Bolaños e Pedro Rocha

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Guaraní PAR 1 x 1 Grêmio Melhores Momentos Libertadores 2017

COM UM JOGADOR A MENOS, GRÊMIO EMPATA COM O GUARANI FORA DE CASA Tricolor segue líder do Grupo 8, com sete pontos

Na noite desta quinta-feira, o Grêmio entrou em campo no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, para enfrentar o Guarani, em seu terceiro jogo pela Conmebol Libertadores Bridgestone 2017. Em campo, Renato optou por uma equipe alternativa que mostrou empenho e garra, mas ficou no empate em 1 a 1.
O Tricolor começou melhor a primeira etapa, conseguindo dominar a partida, trocando bons passes e criando algumas oportunidades de gol. Lincoln, Barrios e Fernandinho tiveram nos pés a chance de abrir o marcador, mas não converteram em gol. A partir dos 30 minutos, os paraguaios conseguiram se impor, equilibrando o jogo - até tiveram um gol bem anulado por impedimento e bons arremates que pararam nas defesas de Marcelo Grohe.
No segundo tempo, os gremistas voltaram superiores na partida, mas foi o time da casa quem abriu o placar, com López, que mandou de cabeça para o fundo do gol, aos 27 minutos. Michel foi punido com dois cartões amarelos e acabou expulso. Pedro Rocha, Everton e Kaio assumiram as posições de Lincoln, Lucas Barrios e Fernandinho, respectivamente. Com dez em campo, o Tricolor não desistiu e buscou criar oportunidades e pressionar os paraguaios. O gol de empate saiu dos pés de Pedro Rocha, aos 34’ - Arthur deu um ótimo passe, na medida para o camisa 9, que pegou de primeira e chutou a gol, balançando as redes.
Com o resultado, o Grêmio conquista um ponto e chega a sete, empatado com o Guarani. Permanece na liderança do Grupo 8, por ter maior número de gols.
Após a partida, o Tricolor embarca para Porto Alegre e amanhã, às 15h30, se reapresenta no CT Presidente Luiz Carvalho para iniciar a preparação para o próximo confronto, contra o Novo Hamburgo, no domingo, que define vaga para a final do Campeonato Gaúcho.
Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Rafael Thyere, Bressan, Bruno Cortez, Michel, Jailson, Arthur, Lincoln, Fernandinho e Lucas Barrios.
Banco: Leo, Bruno Rodrigo, Kaio, Machado, Gastón Fernández, Everton e Pedro Rocha.
A arbitragem colombiana foi comandada por Wilmar Roldan, auxiliado por Alexander Guzmán e Cristian de la Cruz.

O jogo:
Primeiro Tempo
A saída de bola foi do time da casa, que teve sua primeira oportunidade logo cedo. Da direita, a bola foi cruzada na área, a defensiva afastou, mas a bola sobrou para os paraguaios, até que chegou a Novick, quem mandou de voleio, mas para fora.
Em resposta, o Tricolor chegou pela esquerda, com Lucas Barrios, mas a zaga conseguiu o corte e mandou pra escanteio. Lincoln cobrou bem, Barrios cabeceou e o goleiro teve que se esforçar para defender, cedendo novo escanteio. O meia bateu novamente, no primeiro poste. Houve o desvio, mas a defesa da casa afastou. Na sequência do lance, Fernandinho carimbou de longe, a bola explodiu nos zagueiros, chegando até Lucas Barrios que mandou para o gol. O arqueiro paraguaio conseguiu a defesa e mandou pela linha de fundo.
Aos 6 minutos, o Guarani tentou chegar com Camacho arriscando de longe. A bola passou sem perigo pela meta gremista.
Com 11 minutos, trabalhando bem a jogada, a bola foi colocada na área para Barrios. O centroavante tentou desviar de calcanhar, mas ninguém conseguiu aparecer. No ataque, pela esquerda, os paraguaios provocaram falta. Edilson cobrou direto, mas a bola subiu muito, sem perigo para Aguilar.
Já o Guarani tentou ir logo na sequência para o ataque pela direita, mas defensiva tricolor conseguiu recuperar.
Aos 14’, Michel recebe passe pelo meio e tentou arriscar. De longe chutou, mas a bola foi para fora. Respondendo ao ataque, os adversários chegavam novamente pela direita, mas ao entrar na área, Bressan conseguiu cortar e recolocar o Grêmio no jogo.
Uma boa oportunidade surgiu aos 17’. Fernandinho dominou pela direita e partiu em velocidade, entrando na área. Cara a cara com Aguilar, mandou a gol, mas o arqueiro defendeu.
O Guarani teve uma bola alçada na área do Grêmio. Rafael Thyere conseguiu afastar de cabeça e dividiu com Novick, que caiu dentro da área, mas sem cometer infração. A torcida paraguaia pediu pênalti, mas nada foi assinalado.
Outra chance: Lincoln e Cortez fizeram boa combinação. O lateral fez cruzamento da esquerda, Fernandinho desviou de cabeça, mas a bola saiu.
Também pressionando, Novich partiu em jogada individual, passando pelos marcadores gremistas em seu campo de defesa, até que teve que recuar e recomeçar o jogo. Logo em seguida, da esquerda foi feito um cruzamento na área do tricolor. Palau e Novick se aproximavam para o chute, mas a zaga providenciou o corte.
Trabalhando a bola de pé em pé, Fernandinho recebeu na intermediária, pelo meio, e arriscou de perna esquerda. A bola explodiu na zaga. Barrios tentou chegar, mas Aguilar defendeu.
De novo no ataque, Fernandinho cruzou da direita no segundo poste e Lincoln emendou um chute de primeira. A bola saiu, batendo na rede pelo lado de fora, com 25 minutos.
O Guarani levou perigo aos 26’. Camacho recebeu na entrada da área e mandou a gol. Marcelo Grohe tentou a defesa, mas a bola ia se encaminhando para o fundo do gol, até que Cortez completou e mandando para fora.
De fora da área, Juan Aguilar mandou uma bomba em direção a meta gremista. Grohe voou para defender. Em seguida, Camacho cruzou da esquerda. Bareiro subiu de cabeça, e o arqueiro gremista conseguiu espalmar. Ainda no rebote, o Guarani tentava, mas a jogada foi anulada por impedimento.
O Guarani chegou com precisão ao ataque aos 36 minutos e conseguiu mandar para o fundo das redes, com um chute de Camacho, mas a jogada já estava anulada por impedimento. Respondendo, o Tricolor ameaçou com Fernandinho, que passou pela marcação e acionou Barrios, buscando tabela, mas a jogada deu errado.
O Grêmio chegou pelo centro aos 39’. Fernandinho abriu na direita para Barrios, que tentou o desvio, mas não alcançou. Logo na sequência, pela esquerda, Cortez cruzou, Barrios alcançou, chutou, mas perdeu a chance de abrir o marcador, mandando pra fora.
Mais uma vez no ataque, agora Arthur tocou para Fernandinho, que de calcanhar tentou servir Edílson, mas a bola foi às costas do lateral.
Aos 43’, Lincoln recebeu pelo meio com liberdade, mas adiantou demais, facilitando para os paraguaios. O volante Arthur seguia pelo meio até que foi derrubado com falta, ficando caído no gramado. Edilson cobrou, colocou na área, mas defensiva afastou e tentou ligar contra-ataque. Arthur novamente desarmou.A bola foi lançada do meio-campo para Barrios, que dominou entre os zagueiros, na área, dividiu e caiu. Nada assinalado.
Primeira etapa finalizou aos 46 minutos.

Segundo Tempo
O Grêmio voltou ao campo com a mesma formação e teve a saída de bola nesta etapa. E logo já chegou pelo lado direito, com Fernandinho, mas a defensiva paraguaia afastou.
Respondendo, Camacho avançou pela direita e buscou acionar Novick. A zaga gremista fez o corte.
Em seguida, Fernandinho tentou novamente partir para o ataque, tabelando com Arthur, mas sofreu falta de Palau.
Com 3 minutos, Edilson buscou fazer um lançamento para Fernandinho, mas a bola correu demais, o goleiro Aguilar protegeu e deixou sair pela linha de fundo.
Aos 5’ o Guarani levou perigo. Báez avançou pela esquerda, tentando passar por Edilson, até que cruzou. A bola passou por cima e bateu na trave gremista, antes de sair para escanteio. Após cobrança na área, a zaga tricolor afastou, mas a bola voltou para Camacho, que cruzou novamente, até que Marcelo Grohe fez a defesa.
Com 9 minutos, Michel acabou provocando uma falta e levando amarelo. Na cobrança, De la Cruz levantou na área, mas Rafael Thyere fez o corte. Ainda no ataque, os donos da casa cruzaram novamente na área, mas Grohe saiu para fazer a defesa.
O Grêmio não ficou atrás e ameaçou. Cortez tabelou com Lincoln, foi à linha de fundo e cruzou, mas mandou muito forte. A bola ficou para Fernandinho, que, pela esquerda, buscou jogar com Edílson, mas a zaga interceptou a jogada.
O Tricolor teve boa oportunidade com uma bola alçada na área da intermediária, pela direita. Lincoln tentou alcançar, mas ela correu demais e saiu pela linha de fundo.
Puxando contra-ataque, ainda no campo de defesa, Fernandinho partia em velocidade pela direita quando foi derrubado com falta. Depois da cobrança, a jogada se desenhava pelo meio, mas o passe de Lincoln que buscava Fernandinho saiu muito curto, ficando com a defensiva.
Em novo lance, Michel já amarelado, abriu o braço para fazer a proteção da jogada, mas acabou acertando o jogador adversário e levou seu segundo amarelo, sendo expulso da partida. Camacho cobrou falta na área, mas a zaga gremista afastou.
Com 17’, o Grêmio se lançou em contra-ataque em velocidade com Fernandinho pela direita. O atacante cortou pro meio e chutou. Por trás, o marcador travou, impedindo o chute. Nada assinalado.
No lance seguinte, os donos da casa chegaram com Novick, pela direita, mas Bruno Cortez o bloqueou.
Substituição no Tricolor: Saiu Lincoln, entrou Pedro Rocha, aos 22 minutos.
Bressan também foi amarelado por arbitragem entender que ele retardou a cobrança de lateral.
O Grêmio teve nova chance aos 24’, com um cruzamento de Edilson feito pela direita. O lateral mandou na cabeça de Lucas Barrios, que desviou, mas por cima do gol, ainda dividindo com dois marcadores.
Respondendo ao ataque, o Guarani abriu o marcador. Palau foi acionado nas costas de Edilson, pela direita na área. O jogador cruzou para López, que desviou para o gol, aos 27’.
Já o Tricolor buscou chegar com Edilson, mas que acabou derrubado na intermediária. O próprio jogador colocou na área, a bola sobrou para Fernandinho que cruzou. Barrios mandou de cabeça, mas bem marcado, não conseguiu concluir a gol. O paraguaio ficou caído no gramado sentindo dores.
Substituição no Tricolor: Saiu Barrios, entrou Everton, aos 29 minutos.
Aos 31’, Pedro Rocha foi acionado pelo meio, mas no lance, ergueu muito o pé e cometeu falta sobre o adversário, sendo amarelado. O Grêmio se manteve no ataque. Pedro Rocha acionou Cortez pela esquerda. Rolón afastou para o Guaraní, mas a sobra ficou com o atacante gremista, que acabou desarmado.
Foi aos 34’ que o Tricolor chegou ao gol, conseguindo igualar o marcador. Na insistência no ataque, Arthur dominou pela direita e cruzou no segundo poste, na medida para Pedro Rocha. O camisa 9 pegou de primeira, deslocando Aguilar e balançando as redes.
O Guarani chegou com muito perigo na sequência. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Palau no segundo poste, que chutou a gol. Marcelo Grohe fez ótima defesa e no rebote, Rolón isolou.
Substituição no Tricolor: Saiu Fernandinho, entrou Kaio, aos 37 minutos.
O Grêmio chegou forte aos 38’. Cortez lançou Pedro Rocha, que se livrou da marcação e deu uma cavadinha na bola. Ela explodiu na trave e Kaio ainda tentou no rebote, mas a bola se perdeu pela linha de fundo.
O Tricolor chegava pela esquerda, com Pedro Rocha. O atacante tentava passar pela marcação, mas foi desarmado. Insistiu no lance e acabou cometendo falta.
Aos 42 minutos, Rolón foi acionado na direita, dentro da área, e desviou para o meio de cabeça. A bola chegou a López, que mandou a gol. Marcelo Grohe conseguiu boa defesa.
Marcelo Grohe foi amarelado por demorar na cobrança do tiro de meta.
Jogo finalizou aos 48’.
Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA





Conmebol Libertadores Brigestone - Fase de Grupos

Placar: Guaraní-PAR  1 X 1  Grêmio
Local: Assunção
Data: 20.abr.2017

Gols:  Pedro Rocha

Escalação Grêmio

Marcelo Grohe  

Edilson  

Rafael Thyere  

Bressan  

Bruno Cortez  

Michel  

Jailson  

Arthur  

Lincoln  

Fernandinho  

Lucas Barrios  
  Entrou Saiu

Pedro Rocha   Lincoln

Everton   Lucas Barrios

Kaio   Fernandinho
Escalação Guaraní-PAR
Aguilar  
Rolón  
Bareiro  
Cabral  
Báez  
De la Cruz  
J. Aguilar  
Palau  
Novick  
García  
Camacho  
 
Reservas  
 
Sebastián Fuentes  
Wilson Pittoni  
Ramón Martínez  
Tomás Bartomeus  
Antônio Marín  
Rodrigo Bogarín  
Rodrigo López  

gol do gremio pedro rocha 1x1

O JOGO Guaraní x Grêmio Quinta-feira, 19h30min, 20/4, no estádio Defensores Del Chaco, no Paraguai.


Guaraní x Grêmio: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida Arte ZH/
Foto: Arte ZH  
O Grêmio enfrenta nesta quinta-feira o Guaraní-PAR pela Libertadores. Confira abaixo todas as informações para acompanhar a partida:
Quinta-feira, 19h30min, 20/4, no estádio Defensores Del Chaco, no Paraguai.
— ZH Esportes acompanha o jogo em tempo real.
— Siga a narração torcedora pelo app Gremista ZH: App Store e Google Play
— O SporTV transmite o jogo ao vivo transmite ao vivo.
— A Rádio Gaúcha abre a jornada esportiva às 18h50min.
GUARANÍ-PARAlfredo Aguilar; Carlos Rolón, Nery Bareiro, Luis Cabral e Marcelo Baez; Luis De la Cruz, Marcelo Palau, Juan Aguilar, Hernán Novick e Epifanio García; Néstor Camacho.
Técnico: Daniel Garnero.
GRÊMIOMarcelo Grohe; Edílson, Geromel (Thyere), Kannemann e Marcelo Oliveira (Cortez); Ramiro, Maicon (Michel), Gata Fernández, Miller Bolaños (Barrios) e Pedro Rocha; Luan.
Técnico: Renato Portaluppi.
Wilmar Roldán, auxiliado por Alexander Guzman e Cristian de la Cruz (trio colombiano).
– O Guaraní-PAR tenta aproveitar o fator local para assumir a liderança do grupo na Libertadores. Para ultrapassar o Grêmio, os paraguaios precisam de uma vitória nesta quinta-feira.
– Envolvido nas semifinais do Gauchão, o Grêmio deve preservar alguns titulares contra o Guaraní. Com duas vitórias em dois jogos, o clube é o líder do seu grupo na Libertadores pelo número de gols marcados.
16 jogos contra paraguaios
9 vitórias contra paraguaios
2 empates contra paraguaios
5 derrotas contra paraguaios
24 gols marcados
14 gols sofridos

domingo, 16 de abril de 2017

GRÊMIO EMPATA COM O NOVO HAMBURGO NO PRIMEIRO JOGO DA SEMIFINAL DO GAUCHÃO A próxima partida acontece no dia 23, em Novo Hamburgo

Na tarde deste domingo de Páscoa, o Tricolor entrou em campo na Arena, para disputar a primeira partida da semifinal do Campeonato Gaúcho. O resultado foi um empate em 1 a 1 com o Novo Hamburgo, que faz a melhor campanha da competição.
Intensidade, marcação forte e equilíbrio, típicos do estilo Gauchão. Esse foi o resumo do primeiro tempo da partida. O Noia veio com a proposta de não deixar espaços para os gremistas atacarem. Mesmo assim, o Grêmio teve maior posse de bola e conseguiu chegar ao ataque, mas parou na defensiva adversária. Já eles, buscaram jogar nos erros do Tricolor, se lançando em contra-ataques.
Já na etapa complementar, os gremistas iniciaram bem, conseguindo abrir o marcador logo cedo, aos 2 minutos, com Ramiro. Depois de receber passe de Marcelo Oliveira, o volante mandou de carrinho para o fundo das redes. A equipe do Novo Hamburgo conseguiu o empate com Juninho, aos 11'. As substituições foram feitas: Léo Moura, Pedro Rocha e Miller Bolaños deram lugar a Lucas Barrios, Everton e Lincoln, respectivamente. O marcador não saiu do 1 a 1.
O próximo confronto ocorre no dia 23, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.
Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira, Ramiro, Maicon, Léo Moura, Miller Bolaños, Pedro Rocha, Luan.
Banco: Bruno Grassi, Bruno Rodrigo, Rafael Thyere, Bruno Cortez, Jailson, Michel, Lincoln, Gastón Fernández, Everton, Fernandinho e Lucas Barrios.
A arbitragem foi comandada por Diego Real, auxiliado por Élio Nepomuceno de A. Júnior e Leirson Peng Martins.

O jogo:
Primeiro Tempo
A saída de bola foi do Novo Hamburgo, que chegou ao ataque logo no primeiro minuto, com Jardel, carimbando a marcação de Kannemann. A bola ainda sobrou para Marcelo Grohe completar a defesa, saindo de soco e afastando para o Tricolor.
Já o Grêmio respondeu, com Edílson dominando pela direita e buscando acionar Luan com um cruzamento. O camisa 7 tentou dominar, Bolaños também chegou, mas Pablo fez o corte.
No lance seguinte, Pedro Rocha invadiu a área pela esquerda e ia recebendo passe do equatoriano; acabou dividindo com Léo Carioca e caindo na área, mas nada foi assinalado pela arbitragem.
Com 5 minutos de jogo, o Tricolor fazia nova jogada pela direita, com Léo Moura, quando Assis cometeu uma falta forte sobre o jogador gremista. Na cobrança, Edilson colocou a bola na área, mas bateu com muita força, fazendo com que a bola se perdesse pela linha de fundo.
Pelo lado direito, o Noia chegou com Branquinho, que ia avançando em velocidade para a área, mas Ramiro se antecipou e cortou muito bem a jogada.
Uma boa oportunidade gremista veio aos 9 minutos, com Maicon acionando Pedro Rocha no meio. O atacante recebeu e chutou forte, buscando o canto esquerdo do goleiro Matheus, que conseguiu defender, desviando para escanteio.
Trocando passes, girando a bola da esquerda para a direita, Miller Bolaños recebeu passe e da meia direita, próximo a linha de fundo, chutou cruzado. Matheus fez a defesa.
De novo no ataque, o Grêmio ameaçou com Pedro Rocha, que passou pela marcação na direita e cruzou, buscando Miller Bolaños. A bola foi muito forte e se perdeu pela linha lateral.
Aos 16', Luan trabalhou a bola com Bolaños na parte central da intermediária ofensiva. O equatoriano devolveu o passe para o camisa 7, que chutou, mas a bola explodiu na marcação e ficou fácil para a defesa de Matheus.
O Nóia buscou responder com um cruzamento da esquerda, buscando João Paulo na área. O jogador dividiu com Geromel, a bola se perdeu pela linha de fundo e o atleta ficou caído no gramado.
Depois de receber na esquerda, Miller Bolaños deu passe para Ramiro, mais atrás, que puxou da esquerda para a direita e mandou uma bomba em direção à meta adversária, mas a bola subiu demais, com 20 minutos.
O Tricolor chegou por duas vezes seguidas. A primeira, Luan na direita fez o domínio dentro da área e tentou um toque de calcanhar para trás, mas ninguém chegou. Em seguida, Kannemann acionou Bolaños na esquerda, mas a zaga do Noia conseguiu recuperar. Ainda no ataque, no erro da saída de bola adversária, Maicon serviu Bolaños na esquerda; o equatoriano puxou para o pé direito e tentou o chute. A bola sai à esquerda de Matheus, com perigo.
O Novo Hamburgo chegou com Jardel e Branquinho, acionado na área, mas o jogador caiu na dividida.
Aos 28', Léo Moura atento no erro de Assis, conseguiu recuperar para os gremistas e foi a linha de fundo, pela direita, mas parou na marcação de Júlio Santos.
Mais uma chegada ao ataque trabalhada pelos gremistas surgiu aos 31 minutos, com uma ótima jogada individual de Pedro Rocha pela esquerda. O atacante passou pela marcação e chutou cruzado, mas ninguém conseguiu alcançar para completar para as redes. A bola ainda sobrou para Léo Moura, que chutou da entrada da área, mas em cima da marcação.
O Novo Hamburgo chegou com Branquinho, que após tabelar com João Paulo, chutou a gol, na rede, pelo lado de fora. A jogada já estava impedida.
Aos 34', Léo Moura cobrou uma falta para o Tricolor, colocando a bola no primeiro poste, mas defensiva afastou e tentou se lançar em contra-ataque. Luan conseguiu o corte, mas cometendo falta.
No ataque, Pedro Rocha deu passe para Marcelo Oliveira que se lançou para a área, passando entre dois marcadores - acabou caindo, mas nada marcado.
Os visitantes tentaram com Branquinho, que foi acionado pela direita, mas Kannemann chegou firme, mas cometendo falta, aos 37'.
Depois de roubar a bola no campo de defesa, o Tricolor se lançou ao ataque. Primeiro Luan serviu Léo Moura, que viu a passada de Edilson. O lateral cruzou na área, mas o goleiro Matheus saiu muito bem e conseguiu defender.
De novo pela direita, Luan lançou Edilson. A bola quicou no gramado, mas Assis chegou forte, cometendo falta sobre o lateral. Da extrema direita, Léo Moura cobrou dentro da pequena área e Matheus nem se esforçou muito para defender, aos 42'.
O Novo Hamburgo teve uma falta no seu campo de ataque, pela esquerda - tentou mandar na área, mas defesa tricolor afastou. Em seguida, João Paulo recebeu pela esquerda, ganhou da marcação de Léo Moura e acionou Juninho, que chutou de longe, mas mandou pra fora.
Jogo finalizou aos 48'.

Segundo Tempo
O Grêmio voltou ao campo com a mesma formação e teve a saída de bola nesta etapa.
Quem teve a primeira oportunidade foi o Noia, que se lançou em velocidade com João Paulo. Edilson acompanhou a jogada, mas o centroavante bateu cruzado. A bola passou com perigo.
O Grêmio respondeu como se deve. Aos 2 minutos, Marcelo Oliveira recebeu na esquerda, passou pela marcação e cruzou na área, por cima. Ramiro chegou e, de carrinho, mandou para o fundo das redes, abrindo o marcador.
De novo no ataque, Edilson avançou pela direita, mas sofreu falta de Assis. Na cobrança, Léo Moura colocou para Ramiro, que chutou de primeira, carimbando a marcação. No lance seguinte, Ramiro deu passe para Pedro Rocha, que recebeu dentro da área, mas a bola correu demais e ficou com Matheus.
Aos 11 minutos, o Noia conseguiu chegar ao gol de empate com Juninho. Em uma cobrança de lateral, a bola foi colocada na área, a zaga gremista afastou, mas a bola ficou para Juninho, que mandou uma bomba! Gol.

Em resposta, no minuto seguinte, Luan dominou pelo meio e chutou forte. A bola saiu com perigo.
O Novo Hamburgo teve uma nova oportunidade com escanteio. Jardel colocou na área, Júlio Santos cabeceou, mas cometendo falta sobre Geromel. Em seguida, pela direita, o Noia tentou com cruzamento, mas que foi direto às mãos de Marcelo Grohe.
Substituição no Tricolor: Saiu Léo Moura, entrou Lucas Barrios, aos 18 minutos.
Na sua primeira participação na partida, Barrios tabelou com Pedro Rocha, mas marcação jogou pra escanteio. Luan cobrou, mas defensiva afastou. A bola sobrou para o camisa 7, que colocou por cima, para Marcelo Oliveira. O lateral subiu e cabeceou, mas a bola saiu à esquerda da meta.
Pressionando, Edilson cruzou na área, as costas de Luan. O camisa 7 ainda cabeceou, mas a bola saiu pela linha de fundo, com 21 minutos da etapa complementar.
Trocando passes, a bola chegou a Bolaños, que recebeu na intermediária, pelo meio e sentou o pé. Matheus fez a defesa no meio do gol. Na sequência, o equatoriano ia recebendo agora dentro da área, quando dividiu e caiu no gramado. Nada assinalado.
Os visitantes tiveram uma boa chance de falta na intermediária. Assis mandou a gol, rasteiro, no canto direito, mas Grohe caiu e fez a defesa e na sequência sofreu falta. Ainda ameaçando, Juninho se lançou, dividiu com Geromel e a bola sobrou para o goleiro gremista.
Aos 26', Lucas deu um bom passe para João Paulo, entrando na área do Tricolor. Edilson chegou no último instante e fez o corte. Marcelo completou, defendendo.
Trocando passes, a jogada pela direita quase teve sucesso. Edílson lançou Barrios dentro da área, que ajeitou a bola para Maicon. O volante dominou, mas foi desarmado.
O Grêmio chegava pelo meio. Juninho acabou cometendo falta sobre Ramiro, que ficou caído no gramado.
Substituição no Tricolor: Saiu Pedro Rocha, entrou Everton, aos 30 minutos.
Na cobrança de falta, Edilson mandou uma bomba, mas a bola passou à direita do gol de Matheus.
Outra oportunidade gremista surgiu aos 34', com nova cobrança de falta, sofrida por Luan, que avançava pelo meio. Da intermediária, falta frontal, Luan chutou colocado, mas a bola subiu demais e passou por cima da meta.
O Novo Hamburgo teve uma grande e clara chance aos 37'. Tiago Ott fez uma jogada rápida, deu para João Paulo, que fez a parede para Juninho chegar e mandar de primeira. A bola explodiu na trave e sobrou para Lucas, que no rebote, mandou sem direção, para sorte dos gremistas.
Substituição no Tricolor: Saiu Miller Bolaños, entrou Lincoln, aos 39 minutos.
Os gremistas tentaram com Barrios, que da direita cruzou na área; não apareceu ninguém e a bola ficou com o arqueiro adversário.
Depois de trocar passes em frente a grande área, Ramiro colocou por cima para Marcelo Oliveira, na área. O lateral cabeceou, mas a bola saiu por cima da meta.
Em cobrança de falta da esquerda, a bola foi colocada na área, mas defesa fez o corte.
Se lançando em contra-ataque, Lucas Santos partiu em velocidade, passou pela marcação e Kannemann cortou com falta, próximo a grande área. A bola foi colocada na área, mas zaga afastou.
O Grêmio ainda teve uma chance com falta sofrida por Edilson na intermediária de ataque. Aos 48 minutos, na cobrança, Luan colocou na área, a bola passou por Barrios e Geromel e se perdeu pela linha de fundo.
Jogo finalizou aos 50'.
Público pagante: 15.978
Público não pagante: 1.927
Público total: 17.905
Renda: 645.873,00
Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA






Gauchão 2017 - Semifinais

Placar: Grêmio  1 X 1  Novo Hamburgo
Local: Arena
Data: 16.abr.2017

Gols:  Ramiro

Escalação Grêmio

Marcelo Grohe  

Edilson  

Geromel  

Kannemann  

Marcelo Oliveira  

Ramiro  

Maicon  

Léo Moura  

Miller Bolaños  

Pedro Rocha  

Luan  
  Entrou Saiu

Lucas Barrios   Léo Moura

Everton   Pedro Rocha

Lincoln   Miller Bolaños
Escalação Novo Hamburgo
Matheus  
Léo Carioca  
Júlio Santos  
Pablo  
Amaral  
Assis  
Preto  
Jardel  
João Paulo  
Juninho  
Branquinho  
 
Reservas  
 
Max  
Renan  
Ricardo S  
Brida  
Júlio Abu  
Jefferson Assis  
Tiago Ott  
Ângelo  
Lucas Santos  
Brandão  

gol do gremio ramiro 1x0

sexta-feira, 14 de abril de 2017

GREMIO 2017





O JOGO Grêmio x Novo Hamburgo Domingo, 16h, 16/4, na Arena

Grêmio x Novo Hamburgo: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida Arte ZH/
Foto: Arte ZH  
O Grêmio inicia a disputa das semifinais contra o Novo Hamburgo neste domingo. Confira abaixo todas as informações para acompanhar a partida:
Domingo, 16h, 16/4, na Arena
— ZH Esportes acompanha o jogo em tempo real.
— Siga a narração torcedora pelo app Gremista ZH: App Store e Google Play
— A RBS TV e o Premiere transmitem ao vivo.
— A Rádio Gaúcha abre a jornada esportiva às 15h15min.
Foto: Reprodução / Divulgação Grêmio
GRÊMIOMarcelo Grohe; Edílson, Geromel (Thyere), Kannemann e Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon, Léo Moura, Bolaños (Barrios) e Pedro Rocha; Luan.
Técnico: Renato Portaluppi.
NOVO HAMBURGOMatheus; Renan, Julio Santos, Pablo e Assis; Amaral, Preto, Jardel e Juninho; Branquinho e João Paulo.
Técnico: Beto Campos.
Diego Real, auxiliado por Élio Nepomuceno e Leirson Martins.
– Renato Portaluppi escondeu a escalação titular que enfrentará o Novo Hamburgo. Geromel e Miller Bolaños, com dores musculares, são dúvidas para a partida. O Grêmio vem de quatro vitórias em sequência.
– Invicto nos últimos cinco jogos, o Novo Hamburgo tenta surpreender o Grêmio na Arena. A equipe do técnico Beto Campos foi a de melhor campanha no Gauchão.
173 jogos
124 vitórias do Grêmio (430 gols)
16 vitórias do Novo Hamburgo (157 gols)
33 empates

quarta-feira, 12 de abril de 2017

GRÊMIO VENCE DEPORTES IQUIQUE EM SUA ESTREIA NA ARENA PELA LIBERTADORES Com gols de Luan e Miller Bolaños, Tricolor superou o time chileno

Depois de garantir a classificação para as semifinais do Campeonato Gaúcho, no último sábado, o Grêmio virou a chave e fez sua estreia na Arena, pela Copa Libertadores Bridgestone deste ano. Enfrentou o Deportes Iquique e venceu pelo placar de 3 a 2.
A primeira etapa até que iniciou equilibrada. O Iquique veio com uma proposta de se lançar ao ataque, mas o Tricolor logo se impôs e imprimiu o seu ritmo na partida e não deu chances para os adversários. Aos 16 minutos, Luan abriu o marcador com um gol de cobertura. Aos 23' o camisa 7 ampliou, estufando as redes. Miller Bolaños fechou o marcador no primeiro tempo, com gol de pênalti.
Já na etapa complementar, o Grêmio diminuiu seu ritmo. Os chilenos descontaram com Riquero aos 15' e Dávila, aos 22', encostando no marcador. Renato providenciou as substituições: Michel, Fernandinho e Lucas Barrios, ocuparam os lugares de Léo Moura, Maicon e Miller Bolaños, respectivamente. O placar ficou nos 3 a 2.
Com a vitória, o Grêmio segue líder do seu grupo, com 6 pontos.
Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Rafael Thyere, Kannemann, Marcelo Oliveira, Maicon, Ramiro, Léo Moura, Bolaños, Pedro Rocha, Luan.
Banco: Leo, Bressan, Bruno Cortez, Michel, Gastón Fernández, Fernandinho e Lucas Barrios.
A arbitragem uruguaia foi comandada por Esteban Ostojich, auxiliado por Maurício Espinosa e Miguel A. Nievas.

O jogo:
Primeiro Tempo
A saída nesta etapa foi gremista, mas o primeiro ataque da partida foi dos chilenos, aos 3 minutos, com Guerrero, que tentou um lançamento, mas a bola saiu muito forte e acabou nas mãos de Marcelo Grohe.
Já o Tricolor não ficou atrás e logo já fez uma boa jogada pela direita, no campo de ataque. Edilson deu bom passe para Luan, que recebeu e tentou acionar Léo Moura, mas marcação se antecipou e cortou o lance.
Novamente pela direita, aos 5 minutos, uma inteligente jogada - Ramiro deu passe para Léo Moura, que deixou a bola passar entre as pernas para Pedro Rocha. O atacante chegou e mandou uma bomba. O goleiro Cortés espalmou para escanteio. Dois minutos depois, uma falta da extrema direita foi cobrada por Léo Moura. O jogador preferiu o passe rasteiro para Luan, que veio de trás e chutou, mas pegou mal na bola e ela se perdeu pela linha de fundo.
O Tricolor, mesmo bem marcado, insistiu se manter no ataque. Na intermediária, pela direita, Edilson foi derrubado com falta. Léo Moura colocou na área, mas Brayan Cortés saiu para fazer a defesa.
O Grêmio tentou de novo. Miller acionou Pedro Rocha, na intermediária de ataque. O atacante tentou tabelar com Luan, mas o passe do camisa 7 saiu muito forte e ficou com os visitantes, com 13 minutos de bola rolando.
O Iquique chegou em velocidade com troca de passes. Álvaro Ramos chutou a gol, mas carimbou a marcação; na sobra, Bustamante ainda arriscou, mas a bola passou longe da meta de Marcelo Grohe.
Foi aos 16 minutos, depois de uma boa jogada do Tricolor, que o marcador foi aberto na Arena. Miller Bolaños rolou para Luan, que recebeu a bola na entrada da área. O atacante arriscou e mandou por cobertura, sem chances para Cortés.
O Iquique tentou reagir com uma cobrança de falta de Reynero, que mandou na área, em direção a meta gremista, mas a bola ficou com Grohe.
Desde o campo de defesa com Maicon puxando contra-ataque. A bola foi colocada na área e Luan ia chegando, mas foi flagrado em posição de impedimento.
Aos 23 minutos, o segundo gol Tricolor. E de novo, de Luan. Léo Moura deu um baita passe para Luan, que ficou sozinho com o goleiro chileno. O camisa 7 só deu um 'tapa' na bola, com qualidade e mandou pro fundo das redes.
Já aos 25', Pedro Rocha recebia de Bolaños e arrancou em velocidade. O atacante chutou, mas Cortés conseguiu fazer boa defesa. Logo na sequência, o camisa 9 tentou de novo e, ao invadir a área pela esquerda, foi derrubado com falta. Penalidade máxima.
Foi daí que surgiu o terceiro gol, aos 27'. Miller Bolaños foi para a cobrança e estufou as redes, no canto esquerdo de Cortés.
O Deportes tentou descontar, com Ramos, que recebeu na entrada da área, mas Grohe saiu bem e mandou pra lateral.
E só deu Grêmio. Maicon acionou Edílson livre, que saiu em velocidade e chutou em direção a meta chilena. A bola passou por sobre o gol de Cortés. Ainda pressionando, aos 36', Luan recebeu na esquerda e cruzou na área, mas a defensiva salvou.
Outra oportunidade veio logo em seguida. Léo Moura recebeu um bom passe e cruzou, buscando Luan, mas o camisa 7 chegou um pouco atrasado e a bola se perdeu pela linha de fundo.
Marcelo Oliveira foi punido com amarelo por cometer uma falta sobre Guerrero, aos 41'.
Quase que saiu o quarto gol aos 42 minutos, quando Pedro Rocha recebeu um ótimo lançamento de Ramiro, dominou e invadiu a área. No chute, mandou para fora.
Jogo finalizou aos 46 minutos.
Segundo Tempo
O Grêmio voltou a campo com a mesma formação.
Aos 3 minutos, Edilson foi acionado pela direita e se lançou ao ataque, foi a linha de fundo e tentou cruzamento, mas defesa cortou para escanteio. Luan cobrou na boca do gol, a bola passou por Kannemann e foi afastada pela zaga chilena.
Dois minutos depois, o Deportes tentou ameaçar, chegando ao ataque. Rafael Thyere tentou o corte e Marcelo Oliveira completou, mandando para escanteio.
O Tricolor ia fazendo boa jogada com Maicon, que tentou um passe entre os dois zagueiros para o Pedro Rocha, mas saiu curto, facilitando o desarme.
Mais uma chance gremista. Luan deu um ótimo passe para o camisa 9, que chegou e tentou arremate, mas o arqueiro chileno conseguiu boa defesa. Não demorou muito, foi a vez de Ramiro arriscar de longe, obrigando Cortés a se esticar e proteger o gol. A bola passou por sobre a meta.
Substituição no Tricolor: Saiu Léo Moura, entrou Michel, aos 11 minutos.
O Deportes Iquique descontou com um gol de bola parada. Em uma cobrança de escanteio colocada na área, Riquero subiu e mandou de cabeça para o fundo do gol.
Uma baita jogada saiu aos 17'. O lance começou com Thyere, que do campo de defesa, saiu em velocidade e passou pelos marcadores. A bola acabou sobrando para Pedro Rocha, que driblou o defensor e mandou na área. Por pouco Bolaños não alcançou e marcou o quarto.
Já logo em seguida, de novo no ataque, Michel deu passe para Bolaños, que buscou Edílson, mas o passe saiu fraco.
Os chilenos chegaram aos segundo gol, aos 23 minutos, com uma jogada pela esquerda. Dávila recebeu dentro da área e, de perna esquerda, chutou cruzado.
Substituição no Tricolor: Saiu Maicon, entrou Fernandinho, aos 24 minutos.
O Iquique seguiu no ataque, ameaçando por diversas vezes. Trocando passes, a bola chegou a Charles, que mandou um chute de longe, mas carimbou a marcação de Ramiro.
Respondendo aos chilenos, Edílson fez boa jogada e desarmou Zenteno dentro da área. O lateral conseguiu prosseguir com a jogada, mas arbitragem assinalou falta.
Logo na sequência, foi a vez de Fernandinho, da direita, avançar e deixar o marcador para trás. O atacante mandou de longe, mas a bola não chegou ao gol de Cortés e saiu pela linha de fundo.
Substituição no Tricolor: Saiu Miller Bolaños, entrou Lucas Barrios, aos 34 minutos.
Aos 35', Edilson cobrou uma falta da intermediária, colocou na área. Houve o desvio e a bola sobrou para Lucas Barrios, que chutou a gol. A bola bateu na rede, pelo lado de fora.
Uma boa jogada veio em seguida. A bola chegou a Fernandinho, na direita. O atacante rolou para trás, para Luan, que chutou colocado. Cortés se esticou e espalmou para escanteio. A cobrança foi feita na área, mas defensiva afastou.
Com 44', o Tricolor chegou com um cruzamento de Pedro Rocha, que buscava Lucas Barrios, dentro da área, mas Cortés saiu do gol e segurou.
O último lance gremista foi aos 49', com Pedro Rocha, que cortou a marcação e mandou pro gol. O arqueiro chileno defendeu, deu rebote e a bola chegou a pegar em Lucas Barrios, mas defensiva conseguiu afastar.
Jogo finalizou aos 50 minutos.

Público Pagante: 28.235
Público Total: 30.343 torcedores
Renda: R$ 1.105.541
Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Grêmio X Deportes Iquique




Conmebol Libertadores Brigestone - Fase de Grupos

Placar: Grêmio  3 X 2  Deportes Iquique
Local: Arena
Data: 11.abr.2017

Gols:  Miller Bolaños, Luan(2)

Escalação Grêmio

Marcelo Grohe  

Edilson  

Rafael Thyere  

Kannemann  

Marcelo Oliveira  

Maicon  

Ramiro  

Léo Moura  

Miller Bolaños  

Pedro Rocha  

Luan  
  Entrou Saiu

Michel   Léo Moura

Fernandinho   Maicon

Lucas Barrios   Miller Bolaños
Escalação Deportes Iquique
Cortés  
Guerrero  
Lópes  
Zenteno  
Charles  
Caroca  
Dávila  
Bustamante  
Reynero  
Ramos  
Torres  
 
Reservas  
 
Sotomayor  
Moreno  
Riquero  
Farías  
Cubillos  
Bielkiewicz  
Villalobos

gol do gremio bolanos 3x0

gol do gremio luan 2x0

gol do gremio luan 1x0

terça-feira, 11 de abril de 2017

O JOGO Grêmio x Iquique terça-feira, 21h45min – 11/4 – Arena do Grêmio


Grêmio x Iquique: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida Arte ZH/
Foto: Arte ZH  
O Grêmio enfrenta o Iquique pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Saiba todos os detalhes para acompanhar a partida:
terça-feira, 21h45min – 11/4 – Arena do Grêmio
— ZH Esportes acompanha o jogo em tempo real.
— Siga a narração torcedora pelo app Gremista ZH: App Store e Google Play
— FoxSports anuncia transmissão.
— A Rádio Gaúcha abre a jornada esportiva às 21h.
gramado R$ 130 a 170; gold R$ 190; superior R$ 100 a 120 e visitante R$ 100
GRÊMIO
Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Ramiro e Michel (Maicon); Léo Moura,Bolaños, Pedro Rocha; Luan
Técnico: Renato Portaluppi

IQUIQUE

Brayan Cortés; Alan Moreno, Hernán Lópes, Mauricio Zenteno e Tomás Charles; Rafael Caroca,Matias Riquero; Misael Dávila, Luis Gonzalo Bustamante e Diego Torres; Álvaro Ramos
Técnico: Jaime Vera 
Esteban Ostojich, auxiliado por Mauricio Espinosa e Michel Nievas (trio uruguaio)
O Grêmio dá um tempo na semifinal do Gauchão e vira a chave para a Libertadores. Renato Portaluppi fechou os portões na atividade desta segunda-feira. Apesar de estar relacionado, Maicon é dúvida para a partida. O volante sofreu uma pancada no joelho direito.

Treinado por Jaime Vera, ex-volante da seleção chilena, os "dragões celestes", apelido pelo qual o Iquique é conhecido no Chile, apoiam seu estilo de jogo em um meio-campo compactado. A formação preferencial é a mesma utilizada pelo Grêmio, o 4-2-3-1. Na Arena, o time entrará em campo com dois volantes de intensa marcação: Rafael Caroca e o veterano Riquero, 34 anos.